Resenha: O Escravo de Capela


Sinopse - Durante a cruel época escravocrata do Brasil Colônia, histórias aterrorizantes baseadas em crenças africanas e portuguesas deram origem a algumas das lendas mais populares de nosso folclore.Com o passar dos séculos, o horror de mitos assustadores foi sendo substituído por versões mais brandas. Em “O Escravo de Capela”, uma de nossas fábulas foi recriada desde a origem. Partindo de registros históricos para reconstruir sua mitologia de forma adulta, o autor criou uma narrativa tenebrosa de vingança com elementos mais reais e perversos. Aqui, o capuz avermelhado, sua marca mais conhecida, é deixado de lado para que o rosto de um escravo-cadáver seja encoberto pelo sudário ensanguentado de sua morte. Uma obra para reencontrar o medo perdido da lenda original e ver ressurgir um mito nacional de forma mais assustadora, em uma trama mórbida repleta de surpresas e reviravoltas.
Edição: 1
Editora: Faro Editorial
ISBN: 9788562409899
Ano: 2017
Páginas: 288




Bom antes de darmos aquele gostinho do livro, vamos falar do trato cativante que a Faro Editorial fez na produção do livro! As bordas das páginas são vermelhas e a capa bem detalhada representando um pouco sobre a historia.

"O Escravo de Capela" é um trama narrado em terceira pessoa, e se passa em meados do século XVIII no Brasil Colônia.
O cenário do enredo é na Fazenda Capela, que conhecemos o capataz, Antônio Batista da Cunha Vasconcelos Segundo, um homem de 35 anos de idade e é o primogênito do grão-senhor da fazenda. Em seu papel de capataz Antônio é um homem rude, sádico que sente prazer em ver a dor dos outros. Uma de seus ataques de fúria conhecemos Sabola Atiwala, que foi comprado recentemente. Sabola não se conforma com sua nova realidade e com a ajuda de outro escravo armam um plano que não da muito certo e a morte de Sabola acaba acontecendo de forma iminente e brutal.
Após a morte de Sabola, estranhos acontecimentos começam a aparecer na Fazenda Capela e um massacre vira pela frente!

O livro é bastante duro e violento por se tratar de escravidão e maus tratos com o ser humano! Porém a construção do livro é maravilhosa pois o autor mesclou o folclore popular "Saci" e um pouco da nossa parte da triste da história de forma fluida e bem construída e cativante.

Certeza que quem ama um suspense e terror, vão querer ler e reler esse livro!

Link do Mini Livro
Link do Livro
Resenha: O Escravo de Capela Resenha: O Escravo de Capela Reviewed by Giovane Junior on sábado, agosto 05, 2017 Rating: 5

15 comentários:

  1. Olá!! Eu gostei muito de conhecer seu blog e a maneira com que você escreve mostra o quanto você gosta do ato da leitura. Eu não curto muito esse gênero, tenho muito medo de livros assim, só por isso que não leio.
    Beijos.

    www.meumundosecreto.com.br

    ResponderExcluir
  2. hi dear, i'm a new follower of your nice blog.
    Can you follow mine on my blog?
    https://amoriemeraviglie.blogspot.it/

    ResponderExcluir
  3. Com certeza é uma leitura pesada. Não sei se eu conseguiria ler algo com tamanha intensidade. Mas fica a dica para expandir para livros diferentes do que costumo ler.

    ResponderExcluir
  4. Ah como eu amei essa resenha! O que mais me chamou atenção foi que autor nacional e que capa linda, olha o detalhe das páginas! Estou apaixonada! Quero pra mim nesse instante!

    ResponderExcluir
  5. História de escravidão são sempre dolorosas, pelos maldades pela sociedade daquela época, os escravos sofriam muito nessa época de escravidão. o livro O Escravo de Capela tem uma leitura forte, não sei se conseguiria ler ele, abraços.

    ResponderExcluir
  6. Olá, tudo bem?

    Adorei a sua resenha, eu recebi esse livro em parceria com a Faro Editorial, foi uma boa leitura, gostei bem, ainda mais pelo contexto histórico e tema escravidão. É um livro intenso.

    ResponderExcluir
  7. Olá, tudo bem?

    Primeiramente, preciso começar dizendo algo: Uau! O livro tem uma premissa muito bacana, e para mim, uma amante de livros que retratam fatos históricos e injustiças sociais é um prato cheio. A edição da Faro Editorial parece ser um luxo a parte e é impossível não ficar babando por tanto cuidado deles! Já quero!

    Beijos!

    ResponderExcluir
  8. Eita que essa edição tá linda demais ❤ não é bem o tipo de livro que estou acostumada, mas mesmo assim me interessou.

    Amei ❤

    ResponderExcluir
  9. Que legal essa edição, não tô muito acostumada a ler esse tipo de livro mais gosti muito e já adicionei na minha listinha pra ler também

    ResponderExcluir
  10. Que interessante esse livro. A capa é linda, adorei o detalhe da borda do livro tbm. Meu genero favorito de leitura é suspense, com certeza irei ler esse livro.

    ResponderExcluir
  11. Eu não tenho duvida de que seja uma leitura forte e pesada. O período de escravidão foi muito feio e deve sim ser lembrado pra sempre para que nunca mais o mundo seja capaz de algo semelhante! Adorei a resenha e fiquei com vontade de ler!

    ResponderExcluir
  12. Eu não conhecia nem o autor e nem o livro, mas sua resenha me deu uma vontade muito grande de ler, quero conhecer sim! Amei a resenha

    ResponderExcluir
  13. Não conheço essa obra e nem o autor, mas fiquei com curiosidade de conhecer, graças à sua resenha, que é muito interessante. Abraços e parabéns pelo post!

    ResponderExcluir
  14. Nossa fiquei super interessada!
    Faz tempo que quero ler um bom livro e esse parece ser excelente.
    Gostei!

    ResponderExcluir
  15. Oie, tudo bem? A capa realmente chama bastante atenção. Nunca li nenhum livro da editora e fiquei bem curiosa para conferir seus lançamentos. A edição desse livro está incrível a Faro caprichou mesmo. Gostei da resenha e da indicação. Beijos, Érika =^.^=

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.
Follow my blog with Bloglovin